Um passeio por Penedo e Visconde de Mauá

Lugar perfeito para descansar no estado do Rio de Janeiro

Um paraíso no estado do Rio de Janeiro, perto da divisa de Minas Gerais e São Paulo. Eu e meu marido escolhemos passar alguns dias na região para descansarmos. Ao procurar o destino para passarmos o dia dos namorados e nosso aniversário de casamento, decidimos optar por um local não muito distante do Rio (capital) e com pouca atração turística, pois sabemos que se tiver muita atração no local, não paramos quietos. A região da Serra da Mantiqueira é repleta de cachoeiras, mas vou logo adiantando que não visitamos. Se precisa de dicas sobre as cachoeiras, não vou ter como falar. Sorry! Fomos no frio e com o objetivo mesmo de descansar sem ter aquele compromisso com os passeios!

IMG_5215

Encontramos lindas paisagens pelo caminho entre Penedo e Visconde de Mauá

O que fazer em Penedo e Visconde de Mauá

Vou contar sobre a minha experiência na região, que como já disse, a intenção era aproveitar as paisagens, curtir o clima em uma pousada confortável e passear sem compromisso. Mas, observei várias formas de aproveitar a região.

Tem programa para todos os gostos. Para quem adora acampar e curtir uma cachoeira, certamente a região é perfeita. Para quem deseja conhecer um pouco da região e se hospedar em um lugar confortável, indico as pousadas com uma boa infraestrutura, na região de Visconde de Mauá tem algumas bem grandes. Para aqueles que querem sair toda noite para conhecer restaurantes, eu sugiro ficar em Penedo ou Maringá.

Certamente a região possui programa para o inverno e para o verão! Amo um friozinho e o charme que ele traz para essas cidades que são bem aconchegantes… Os vinhos, os fondues, os chocolates e por aí vai.

 

Se quer conhecer a região, faça o tour Penedo – Visconde de Mauá – Maringá –  Maromba. Para uma visita rápida, três dias são suficientes (vale lembrar que não incluí cachoeira no roteiro). Peguei duas diárias na região de Visconde de Mauá, em uma pousada que amei: Pousada Terras Altas. Já vou detalhar sobre a minha estadia mais abaixo.

Visconde de Mauá

IMG_5216.JPG

Posto de informação turística na entrada da Vila de Visconde de Mauá

Saímos do Rio de Janeiro pela manhã, chegamos em Penedo (a primeira cidade da região) e almoçamos logo na entrada da cidade no restaurante Lisboa Antiga, nada a declarar, pedimos um bacalhau com natas, não estava ruim, mas também não estava saboroso. Depois seguimos para Visconde de Mauá, que fica a 30km de Penedo. É hora de subir e descer a Serra e se deparar com lindas paisagens. A estrada é estreita, mas é tranquila. Só é preciso ter um pouco de cautela. Vá sem pressa. Abaixe os vidros do carro e respire aquele ar puro. 🙂

O centro de Visconde de Mauá corresponde a uma rua não muito grande com poucos restaurantes e lojas de artesanato. Fiquei na cidade de domingo a terça-feira e o comércio não funcionou bem, muitas lojas estavam fechadas.

IMG_5221

Rua principal do centro de Visconde de Mauá

Como já cheguei na pousada no fim da tarde, optei por não sair para outro lugar. Na pousada tinha restaurante, então bebi um vinho e jantei por ali mesmo.

IMG_5529

Centro de Visconde de Mauá

Maringá e Penedo

No 2º dia saí para conhecer Maringá. A Vila tem mais comércio, alguns restaurantes e lojinhas de artesanato. Saindo de Visconde de Mauá na direção de Maringá, você vai encontrar uma bifurcação com placa Maringá – RJ ou Maringá – MG. Pode escolher qualquer uma, quando chegar na cidade você poderá atravessar uma pequena ponte para pedestres que fica sob o rio Preto e divide a vila dois lados: Bocaína de Minas (MG) e Itatiaia (RJ). Se quiser parar o carro com mais tranquilidade, sugiro ir direto para o lado de Minas. O lado do Rio possui ruas estreitas e bem movimentadas.

 

Na região da ponte estão localizados alguns restaurantes, lojinhas e pousadas. Almocei na região em um restaurante chamado Mauro Jr. Comemos uma truta com nhoque ao molho de gorgonzola e uma sopa de batata baroa. Estava uma delícia. Recomendo.

IMG_5425

Restaurante Mauro Jr em Maringá – lado de Minas Gerais

Antes de ir, li alguns blogs com dicas sobre a região dizendo sobre os artesanatos, elogiando e falando que compraram muito, etc. Confesso que não me chamaram a atenção pois é algo bem comum em Minas Gerais, por isso já estou um pouco enjoada. Não comprei nada, mas tem coisas bem bonitas sim. Para quem gosta de artesanato, principalmente tapeçaria, tem boas opções.

Não chegamos a ir em Maromba, pois já estava anoitecendo e estávamos com o nosso cãozinho que precisava comer e descansar. 🙂

No último dia, após fazer o check-out na pousada, escolhemos parar em Penedo para conhecer o centro e almoçar. Visitamos a Pequena Finlândia, provamos do chocolate da Tonttulakki Suklaat que fica logo na entrada do centro comercial. Não é barato, mas vale a pena provar, o quilo dos bombons sortidos custa R$179,00 ( se não estou enganada).

A região oferece como opção de passeio a visita na fábrica de chocolate, como já visitei algumas em Gramado e não tem nadaaaa de mais, não quis visitar nenhuma durante esse passeio. Mas fica aí uma opção para quem pretende realmente explorar o que a região oferece.

IMG_5532IMG_5536IMG_5541IMG_5550

Em Penedo também provei do sorvete finlandês mais famoso da região e não achei perfeito assim como falam. Achei caro por sinal. Mas, para quem quer conhecer, prove pelo menos uma bola. Vai que eu sou a chata mesmo. Mas, sério, esperava algo muito mais saboroso. Uma pena.

Penedo traz a sensação de estarmos na Europa?

Gente, se você está esperando encontrar algo tipo Gramado no Rio Grande do Sul, pode ir deixando essa ideia de lado. Não é isso que você irá encontrar na cidade. Sim, Penedo é a única colônia finlandesa do Brasil, mas para proporcionar a ideia de estar em uma cidade européia ainda está muito longe. Claro que o centrinho da cidade é um charme, mas nada além disso, ok?!

A região é tão rica com suas cachoeiras e paisagens que nem é preciso ir conhecê-la por pensar por esse lado. Esqueça essa ideia e curta o que a região oferece.

Não sabia o que esperar da região, mas confesso que fiquei encantada! Não sou muito aventureira e nem muitooo de acampar e se jogar na natureza, mas me surpreendi com tudo! É um lugar que pretendo voltar. Retornamos para casa totalmente renovados com a paz encontrada nesses lugares que visitamos. Muito verde e tranquilidade.

Dica de hospedagem em Visconde de Mauá

Eba! Chegou o momento tão esperado. Procuro não criticar muito os lugares que frequento, quando tudo é ruim, prefiro nem comentar sobre a minha experiência. Mas, quando o lugar é bom, e tudo sai perfeito, sem ter o que reclamar, dá muita vontade de indicar e propagar nossa experiência. Hoje é tão raro encontrarmos lugares que o atendimento é perfeito e que o hóspede é realmente recebido com carinho e com todo cuidado preciso.

Se quer uma dica de onde ficar em Visconde de Mauá, certamente eu diria Pousada Terras Altas. Não é uma das mais econômicas da região, mas optamos por ela por ter uma infraestrutura bacana, já que o nosso foco era descansar e aproveitar a pousada. Também filtramos por pousadas que fossem pet friendly.  O local tem uma vasta área verde, rede, cadeiras espalhadas pelas áreas, um pequeno lago, piscina com água corrente natural, trilhas, spa e outras atividades. Vale a pena conferir tudo no site deles.

O nosso chalé era super confortável, com lareira, banheira de hidromassagem e lençol térmico. Estava muiiiiito frio durante a nossa estadia e foi uma delícia aproveitar tudo que nos foi oferecido.

E o café da manhã? Você pode optar por comer na parte interna ou externa. Experimente comer um dia no lado externo para aproveitar a natureza ao redor. As comidas são servidas na própria mesa, as garçonetes perguntam o que desejamos. Achei as opções ótimas. Muitas coisas são produzidas na própria pousada. Estava tudo muito gostoso! Tinha uma variedade de pães, frios, frutas, pão de queijo, sucos, tapioca e bolo.

IMG_5311

Café da manhã na área externa da parte do restaurante

A pousada possui um restaurante muito bacana. O atendimento dos garçons foi impecável. A comida era muito saborosa. Indico muito para um bom jantar e para beber um bom vinho. Comemos um patê de truta com torradinhas, caldo de abóbora, caldo de batata baroa e fondue de queijo. Tudo muito bom. Jantamos no restaurante durante duas noites. Estão de parabéns. Visite a adega localizada no restaurante, é linda! O local possui excelentes opções de vinhos.

IMG_5256

Jantar romântico ❤ no restaurante da pousada

Enfim, já quero voltar na região para conhecer mais lugares e me encantar ainda mais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s